Estreia-se na Cinemateca Uruguaia na próxima quinta-feira, 4 de março, o ciclo de curtas-metragens “Três realizadoras portuguesas”. Este ciclo compreende três propostas de realizadoras portuguesas, que conferem um outro prisma à cinematografia portuguesa contemporânea: “Dia de festa”, de Sofia Bost, “Ruby” de Mariana Galvão e “Cães que ladram aos pássaros”, de Leonor Teles.


“Dia de festa”, de Sofia Bost, parte da ideia de uma mãe incapaz de se sentir feliz no dia de aniversário da sua filha. A temática das relações familiares e, sobretudo, das relações entre pais e filhos é central na cinematografia desta jovem realizadora.
A segunda curta-metragem da sessão, “Ruby” de Mariana Galvão, centra-se nas memórias da própria realizadora em relação aos verões passados na Serra da Lousã.


Já a questão da especulação imobiliária na cidade do Porto é o eixo de “Cães que ladram aos pássaros”, de Leonor Teles, filme que acompanha o processo de desalojamento da família de Vicente, o protagonista da história.


O ciclo, que estará em exibição até 10 de março, insere-se num conjunto de iniciativas organizadas pela Cinemateca Uruguaia no âmbito do Dia Internacional da Mulher.

  • Partilhe